segunda-feira, 25 de março de 2019

Misérias de Marx


  Biografia disseca a vida do pensador, que viu 4 de seus 7 filhos morrerem ainda bebês, duas filhas se suicidarem, e que dependeu financeiramente da mulher durante os 16 anos que se dedicou a escrever "O Capital" - ainda assim, ele a traiu sexualmente.

  Karl Marx teve apenas um emprego fixo, como correspondente do jornal “New York Herald”, não resultavam em quantias suficientes para manter a família.
  Embora fosse um estudioso de economia, era cronicamente irresponsável nas finanças pessoais.
   Em 1852, quando moravam em Londres, sem ter mais para onde correr, Marx tentou penhorar alguns talheres de prata com o brasão da família de Jenny.
  O dono da loja, desconfiado daquela criatura de cabelos desgrenhados e mal vestida, chamou a polícia.
   Em carta ao amigo Friederich Engels, ele desabafa:

 “A única luz no horizonte é a doença de um tio reacionário de Jenny.
   Se o patife morre, eu saio desse aperto.”

O patife não morreu.


  





Nenhum comentário: